APAS na Mídia: TV Band News fala sobre aumento do preço do peixe, segundo pesquisa da entidade


O preço do peixe aumentou até 15% em relação à Semana Santa do ano passado, dependendo da espécie. Em algumas cidades, os mercados fazem promoções, mas o consumidor precisa ficar de olho pra não ser enganado.

Item bastante consumido na quaresma, principalmente durante a Semana Santa e no domingo de Páscoa, o peixe sofre com a oscilação de preços neste período. A Associação Paulista de Supermercados (APAS) fez um estudo para mostrar justamente a variação do valor deste item que será destaque nas vendas nos próximos dias.

“Várias análises revelam qual o peixe preferido do brasileiro e, dentre os mais consumidos e que estudamos indicadores de preços, temos a sardinha, cação, pescada e bacalhau como relevantes na mesa do brasileiro, especialmente nesta época de pico de consumo devido à quaresma e Páscoa, em que tradições arraigadas na cultura brasileira trazem este produto para os almoços e jantares das famílias”, explica Thiago Berka, economista da APAS, que completa: “E então, entra a lei da oferta e demanda, resultando em variação nos preços durante esse período”.

Segundo os estudos da APAS, os preços dos peixes nos supermercados têm dependido de uma conjunção de produção nacional adequada e câmbio favorável. A demanda brasileira não chega a ser um fator de forte mudança de preços, já que a oferta de importados ou adequação da produção nacional conseguiria atender algum pico de consumo. “Dessa forma, o poder de barganha dos supermercados pouco pode fazer para segurar a sazonalidade de preços dos peixes”, diz o economista da entidade.

Confira no vídeo!


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu