Atestados médicos falsos: problema foi debatido no Comitê de RH da APAS, em 2017


Por se tratar de um assunto muito demandado pelos associados junto ao departamento Jurídico da Associação, o Comitê de RH da Escola APAS reuniu os associados em 2017 para abordar o tema “Afastamentos médicos no trabalho: Como a empresa pode proceder nos casos de excesso de atestados ou desconfiança de fraude?”.

A palestrante Maria Lúcia Menezes Gadotti, advogada que atua nas áreas trabalhista e previdenciária, detalhou as obrigações do supermercado em casos de acidentes/doenças, e, no que diz respeito aos atestados médicos, os procedimentos para a validação dos mesmos e as medidas a serem tomadas no caso de rasura ou adulteração, com destaque para:

– Averiguações junto ao hospital/médico;
– Apuração para aplicação de justa causa;
– Abertura de inquérito policial (Queixa crime? Ofício pelo juiz?).

Por fim, o departamento Jurídico da APAS também conversou com os associados, pautados pelo tema: “Como a APAS pode contribuir com o associado nas questões da reforma trabalhista?”.
O Comitê de RH da Escola APAS contou com a presença de profissionais dos seguintes associados: Andorinha, Atacadista Roldão, Barbosa, Coop, Empório Bolshoi, Empório Santa Maria, Enxuto, Estancia, Forte Itapema, Futurama, Hirota, Mercadinho A Mineira, Sonda, Chama, Boa, Castanha, Fransuê, Varandas, Violeta, Vip, Madrid e Proença.

Mais sobre o Comitê de RH

Com uma agenda trimestral de reuniões, o Comitê de RH da Escola APAS foi idealizado com o objetivo de proporcionar condições para a capacitação profissional dos colaboradores alinhados à demanda do mercado. Para tal, o encontro discute processos de mudança com foco no desenvolvimento pessoal e profissional os colaboradores, a fim de atrair e reter talentos no setor.


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias


menu
menu