ABRAS: Vendas dos supermercados crescem 3,62% em 2019 – APAS – Associação Paulista de Supermercados

ABRAS: Vendas dos supermercados crescem 3,62% em 2019


O ano de 2019 foi positivo para o setor supermercadista, que registrou crescimento real – deflacionado pelo IPCA/IBGE – de 3,62%, de janeiro a dezembro, de acordo com o Índice Nacional de Vendas ABRAS, apurado pelo Departamento de Economia e Pesquisa da entidade nacional. Em relação a novembro, o último mês do ano apresentou alta real de 16,36%, e na comparação com dezembro de 2018, crescimento de 2,30%.

Para o presidente da Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS), João Sanzovo Neto, o resultado é motivo de comemoração. “Ficou acima da nossa projeção inicial, de 3,00%. Quando falamos em vendas, todo número superior ao esperado é sempre bom. O ano de 2019 foi de muita expectativa para os empresários brasileiros, que vislumbraram no novo governo uma “luz no fim do túnel”. E ela veio. Não tão forte como gostaríamos, mas o suficiente para nos impulsionar a acreditar que o Brasil, após iniciar importantes mudanças estruturais, principalmente de incentivo a simplificação e desburocratização do ambiente empresarial, e avanços na agenda das reformas, dará a volta por cima”, declara o presidente.

Sobre a projeção de vendas da ABRAS para 2020, o presidente está otimista. “Esperamos 3,90% de crescimento neste ano, um número superior ao projetado em 2019 porque acreditamos que o país, embora ainda de forma gradual, já está com uma economia em recuperação. Um número bem significativo para o nosso setor, acima do PIB, estimado em torno de 2,30%, pelo governo.”

Abrasmercado

Em dezembro, o Abrasmercado, indicador que analisa os preços dos 35 produtos mais consumidos no autosserviço, registrou crescimento de 8,11%, na comparação com novembro, chegando ao valor de R$ 522,35. De acordo com a GfK, responsável pela apuração do Abrasmercado em parceria com a ABRAS, no último mês do ano as maiores quedas nos preços foram registradas nos itens: cebola, -8,21%, cerveja, -0,96%, café torrado e moído,  -0,77%, e refrigerante pet -0,09%. As maiores altas foram nos produtos: tomate, 20,19%, carne dianteiro (acém, cupim, paleta, músculo, entre outras.) 16,71%, feijão, 16,23%, e carne traseiro (alcatra, filé mignon picanha, coxão mole, patinho, etc.), 15,56%.

Regiões

Em dezembro de 2019, todas as regiões brasileiras apresentaram alta nos preços da cesta Abrasmercado. A Região Centro-Oeste foi a que registrou maior variação no valor da cesta, 9,54%, chegando a R$ 504,24, ante R$ 457,45 registrados em novembro. Confira o histórico do indicador Abrasmercado:

Índice de Confiança

 O otimismo dos empresários de supermercado alcançou a quarta alta consecutiva em dezembro, de acordo com o Índice de Confiança do Supermercadista, elaborado pela ABRAS em parceria com a GfK. No último mês de 2019, a pesquisa registrou 63,6 pontos (numa escala de 0 a 100), na avaliação anterior, divulgada em outubro, o índice estava em 56,6 pontos.  Os resultados confirmam a melhora gradual no cenário econômico do Brasil, que vem refletindo nas expectativas do empresariado.

A coletiva de imprensa da ABRAS também contou com apresentações da gerente de Relacionamento da Nielsen, Ana Szasz, e da diretora de Marketing da Kantar, Giovanna Fischer, que trouxeram dados sobre comportamento do consumidor no último ano, e tendências de consumo para 2020. Dentre os destaques, os produtos que têm movimentado as categorias que mais crescem na preferência do shopper, como o sorvete, água mineral e azeite. E também os desafios do varejo na geração de experiências que simplifiquem a vida do consumidor, que está cada vez mais exigente e querendo aliar a qualidade em produtos, serviços e tempo em suas compras (veja mais abaixo).


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu