APAS negocia e Diadema reverte obrigatoriedade de passaporte da vacina para supermercados – APAS – Associação Paulista de Supermercados

APAS negocia e Diadema reverte obrigatoriedade de passaporte da vacina para supermercados


Lideranças Associação Paulista de Supermercados (APAS) se reuniram com autoridades da Prefeitura de Diadema para discutir o Decreto Municipal 8.095 de 03 de fevereiro de 2022, que havia obrigado que consumidores apresentassem o chamado “Passaporte da Vacina” para ter acesso a diversos estabelecimentos, inclusive supermercados.

Representando o Executivo Municipal, participaram o Secretário de Governo, Dheison Renan Silva, o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Joel Fonseca, a Secretária de Saúde, Rejane Calixto, a Chefe de Gabinete da Secretaria de Governo, Kenia Lucas e a Assessora Jurídica, Dra Adriana Leme. Pela Associação Paulista de Supermercados estiveram presentes o Diretor Regional APAS ABC, Reinaldo Lima, os Vice-Presidentes da APAS Carlos Ely, Paulo Pompilio e Dr. Roberto Longo, o Executivo de Relações Institucionais, Rodrigo Marinheiro, o Executivo de Serviços aos Associados, Eduardo Ariel, o Especialista em Relações Institucionais, Guilherme Rezende, e o Coordenador Jurídico, Dr. Vladimir Coelho.

A APAS apresentou argumentos e propostas que foram levadas ao Comitê de Combate à COVID daquela municipalidade que em menos de 48 horas deliberou pela publicação do Decreto 8.100, isentando os cidadãos de apresentar o comprovante vacinal para acessar os supermercados, garantindo assim o direito da população a itens de primeira necessidade.

Ademais, na reunião foi reforçado o pioneirismo do setor supermercadista na criação e implementação de protocolos de combate à COVID-19, assim como o apoio da APAS em campanhas de conscientização como na parceria institucional “Vacina Sim”, instituída junto ao Consórcio de Veículos de Imprensa em 2021.


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu