Bauru e Marília se destacam pelo 2º mês nas vendas com faturamento superior a 10% em outubro – APAS – Associação Paulista de Supermercados

Bauru e Marília se destacam pelo 2º mês nas vendas com faturamento superior a 10% em outubro


Saída da crise segue lenta na capital; interior se destaca

O faturamento real dos supermercados no estado de São Paulo (deflacionado pelo IPS/FIPE), no conceito de mesmas lojas – que considera as unidades em operação no tempo mínimo de 12 meses – fechou o acumulado de 2019 com aumento de 0,60% em comparação com 2018 se aproximando da projeção feita pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) que é de 1%.  Já na comparação entre meses, o crescimento é de 3,16% em comparação ao ano passado. A queda começou em novembro de 2018, quando o crescimento do setor registrava 2,80%.

Em outubro de 2019, os supermercadistas registraram o quarto mês consecutivo de índices positivos, o que mostra que a recuperação gradual da crise é fruto de juros menores e aumento no poder de compra do consumidor, que conta com liberação do FGTS, aumento do emprego formal e diminuição do desemprego geral.

“O processo de recuperação da economia está mais lento do que o setor e os empresários previam. Vale destacar que o valor gasto e o volume vendido tiveram aumento de 3,52% e 5,16%, respectivamente. O interior segue tendo um resultado acima da média estadual. Bauru e Marília são destaques pelo segundo mês consecutivo, apresentando um faturamento superior a 10% quando comparado a 2018. As demais cidades do interior de São Paulo registraram 5,29%”, destaca o economista da APAS, Thiago Berka.

Já o cenário para a Grande São Paulo e Campinas, o setor continua com números negativos tanto na comparação entre meses, como no acumulado de 2019. Os índices mostram que o crescimento será menor que 2018. A principal causa é a competição mais intensa em vários canais de varejo alimentar e o desemprego.

A expectativa é que os números de novembro e dezembro sejam melhores devido à Black Friday e ao Natal, data responsável por 24% das vendas dentro do ano.

Fonte: APAS/FIA

*IPS: Índice de Inflação dos Supermercados APAS/FIPE

Fonte: APAS/FIA

Compartilhe na Rede!

Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu