Blog APAS Show: Business Intelligence minimiza perdas e rupturas nos supermercados – APAS – Associação Paulista de Supermercados

Blog APAS Show: Business Intelligence minimiza perdas e rupturas nos supermercados


Sistemas com tecnologia de dados ampliam visibilidade dos estoques, gôndolas, inventários e produtos e otimizam operação

Segundo dados da Accera, empresa de soluções para a cadeia de suprimentos, 70% dos consumidores que não encontram um produto na gôndola do supermercado mudam de marca ou de loja. Além disso, 63% das rupturas, ou perda de vendas, são identificadas no ponto de venda e estão relacionadas à reposição ou estoque.

Este cenário requer atenção permanente dos profissionais envolvidos, mas o fator humano é passível de erros e isto pode comprometer a reposição e estocagem de mercadorias no dia a dia. Por isso, a tendência para a gestão dos supermercados é usar soluções tecnológicas que possam reforçar e ampliar a visibilidade dos estoques, gôndolas, inventários e produtos.

Uma das alternativas para entregar melhores resultados e evitar perdas – ou rupturas – nos supermercados é a tecnologia de Business Intelligence (BI), capaz de analisar dados e gerar comparações, gráficos e ferramentas para embasar a decisão dos gestores na operação.

De acordo com Douglas Scheibler, CEO da BIMachine, fabricante de soluções de BI, esta tecnologia permite saber que produtos cada perfil de consumidor consome, assim como a loja em que compram, o horário, o dia da semana. Essas são informações que ajudam a evitar que faltem itens nas gôndolas dos supermercados.

Além disso, esta tecnologia mostra os períodos e locais da loja onde a venda aumenta ou diminui, ideal para direcionar promoções, remanejar produtos, categorias e melhorar exposição. Para Scheibler, as informações são a mina, o BI é o garimpo e o usuário o garimpeiro. “Informação ajuda a vender, e o BI é a alavanca para pular de um cenário de dados aleatórios e mal acumulados para um  patamar de utilização inteligente do conteúdo como ferramenta de gestão”, explicou.

Compartilhe na Rede!

Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu