CMSP prorroga medidas restritivas até 31 de março em razão dos avanços da Ômicron – APAS – Associação Paulista de Supermercados

CMSP prorroga medidas restritivas até 31 de março em razão dos avanços da Ômicron


Em razão dos avanços da variante Ômicron, a Câmara Municipal de São Paulo prorrogou por mais 45 dias as medidas restritivas adotadas devido à pandemia de Covidi-19. Com isso, ficam suspensas as atividades presenciais de sessões solenes, eventos e os gabinetes deverão realizar rodízios entre seus funcionários. A prorrogação entrará em vigor em 1º de fevereiro e valerá até o dia 31 de março.

O documento ainda estabelece diretrizes e procedimentos relacionados ao afastamento administrativo do trabalho presencial de vereadores, servidores e demais funcionários acometidos de sintomas compatíveis com o quadro de infecção pelo novo coronavírus.

Algumas das regras aprovadas pela Mesa Diretora, através do Ato nº 1532, foram:
• Os visitantes, servidores, estagiários, terceirizados e demais pessoas devem realizar aferição de temperatura e apresentar comprovação de vacinação, além do uso obrigatório de máscaras.
• A ocupação máxima dos auditórios da Casa continuará limitada a 50% e os gabinetes deverão realizar rodízios entre seus funcionários.
• O acesso aos gabinetes dos vereadores continua restrito aos visitantes previamente cadastrados, limitado a quatro pessoas concomitantemente.
• O acesso à Biblioteca e à Ouvidoria deverá ser feito com distanciamento social, sem aglomeração.

A diretriz vai em consonância com a decisão da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), que também estabeleceu uma série de medidas sanitárias na última quarta-feira (26).


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu