Dados da ABRAS: Vendas dos supermercados acumulam alta de janeiro a outubro - APAS - Associação Paulista de Supermercados

Dados da ABRAS: Vendas dos supermercados acumulam alta de janeiro a outubro


As vendas do setor supermercadista acumulam alta de 0,90% de janeiro a outubro, em relação ao mesmo período de 2016, de acordo com o Índice Nacional de Vendas ABRAS. Em outubro, as vendas do setor supermercadista, em valores reais – deflacionadas pelo IPCA/IBGE, apresentaram queda de -0,65% na comparação com o mês de setembro e queda de -0,84% em relação ao mesmo mês do ano de 2016.

Em valores nominais, as vendas do setor apresentaram queda de -0,23% em relação ao mês de setembro e, quando comparadas a outubro do ano anterior, alta de 1,86%. No acumulado do ano, as vendas cresceram 4,52%.

“Como outubro antecedeu a Black Friday, os consumidores aguardam as promoções e postergam as suas compras, principalmente de produtos de maior valor agregado”, destaca o presidente da ABRAS, João Sanzovo Neto.

Abrasmercado

No mês de outubro, a cesta de produtos *Abrasmercado, pesquisada pela GfK e analisada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da ABRAS, registrou alta de  -0,04%, passando de R$ 446,57 para R$ 446,77. Já no acumulado dos últimos 12 meses, a cesta apresentou queda de -7,82.

As maiores quedas de preço no mês de outubro foram registradas em produtos como: arroz, pernil, açúcar e sabão em pó. Já as maiores altas foram nos itens: batata, tomate, extrato de tomate e farinha de mandioca.  Confira a tabela abaixo:

Regiões

Em outubro, a Região Sudeste foi a que registrou maior alta nos preços (0,38%), passando de R$ 426,58 para R$ 428,19. A maior queda foi registrada na Região

Sul, -0,19%, impactada principalmente pelo interior do Paraná (-1,44%) e Grande Porto Alegre (-1,13%). Confira mais detalhes na tabela abaixo:

*Abrasmercado não é a cesta básica, mas sim, uma cesta composta por 35 produtos mais consumidos nos supermercados: alimentos, incluindo cerveja e refrigerante, higiene, beleza e limpeza doméstica.

Índice de Confiança

O otimismo dos empresários do autosserviço se manteve estável em relação ao cenário macroeconômico, de acordo com o Índice de Confiança do Supermercadista, elaborado pela ABRAS em parceria com a GfK. O resultado apresentado na última pesquisa, realizada em agosto, apontava 51,7 pontos (numa escala de 0 a 100), e no mês de outubro, registrou 51,8 pontos.

 


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu