Dados da APAS mostram abertura de centenas de vagas de emprego em Jundiaí


O ano de 2017 foi marcado pela chegada de grandes redes de supermercados/hipermercados em Jundiaí, o que gerou um saldo de 474 empregos líquidos, segundo dados da APAS. Em 2016, o saldo foi negativo no setor, com menos 50 empregos.

Por outro lado, as ‘lojas de vizinhança’, conhecidas também como minimercados, tiveram uma abertura tímida de vagas em 2017, dentre os 114 estabelecimentos instalados em Jundiaí. Foram 212 admissões e 196 desligamentos, o que resultou em um saldo de apenas 16 contratações no ano.

Já no Estado de São Paulo ocorreu o inverso, segundo informações da APAS. Os minimercados registraram mais vagas de empregos do que os super e hipermercados. Foram 500 empregos formais até setembro de 2017 nos pequenos estabelecimentos, contra o fechamento de 3.237 postos de trabalhos entre os grandes. Na capital havia pelo menos 16.312 supermercados de vizinhança em 2016.

Para o presidente do Sincomercio Jundiaí e Região, Edison Maltoni, a instalação das grandes redes gerou bastante emprego no município e isso é motivo para celebrar, principalmente em uma época de recuperação da economia. Em relação aos minimercados, Maltoni destaca que esses estabelecimentos ainda têm potencial de crescimento e criação de mais vagas.

“Muita gente aprecia os mercados de bairros e alguns já vêm se destacando ao inovar e oferecer produtos de muita qualidade, que às vezes não encontramos nos supermercados e hipermercados. É uma boa hora de reagir e investir em diferenciais para atrair o consumidor”, avalia.

Matéria na íntegra: http://www.jundiagora.com.br/grandes-redes/.

 


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu