Índice ABRAS: Vendas nos supermercados acumulam alta de 0,61%


As vendas do setor supermercadista acumulam alta de 0,61%, de janeiro a maio, na comparação com o mesmo período de 2016, de acordo com o Índice Nacional de Vendas ABRAS, pesquisado pelo departamento de Economia e Pesquisa da entidade.

Em maio, as vendas do setor supermercadista em valores reais – deflacionadas pelo IPCA/IBGE – apresentaram queda de -6,96% na comparação com o mês de abril e alta de 1,06% em relação ao mesmo mês do ano de 2016.

Em valores nominais, as vendas do setor apresentaram queda de -6,67% em relação ao mês de abril e, quando comparadas a maio de 2016, alta de 4,72%. No acumulado do ano, as vendas cresceram 5,15%.

“Nos últimos dois meses o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) registrou aumento nos postos de trabalho, a inflação também tem se mantido em baixos patamares, fatores que influenciam diretamente no resultado acumulado das vendas do setor. Mas sabemos que o momento ainda é de cautela, o cenário político brasileiro tem passado por novas reviravoltas, e isso também afeta na confiança e na intenção de compra da população”, destaca o presidente da ABRAS, João Sanzovo Neto.

 Abrasmercado

No mês de maio, a cesta de produtos *Abrasmercado, pesquisada pela GfK e analisada pelo Departamento de Economia e Pesquisa da ABRAS, registrou queda de  -0,54%, passando  de R$ 470,16 para R$ 467,62. Já no acumulado do ano, a cesta apresentou queda de -3,21%.

As maiores quedas de preço no mês de maio foram registradas em produtos como: tomate, farinha de mandioca, queijo mussarela e açúcar. Já as maiores altas foram nos itens: cebola, batata, sabão em pó e creme dental.  Confira a tabela abaixo:

Regiões

Em maio, somente o Sudeste apresentou alta nos preços (0,21%), impulsionada pelo interior de São Paulo (1,86%) e interior de Minas Gerais (1,43%). As maiores quedas foram registradas nas Regiões Norte (-1,45) e Sul (-074%). Confira mais detalhes na tabela abaixo:

*Abrasmercado (Cesta composta por 35 produtos mais consumidos nos supermercados: alimentos, incluindo cerveja e refrigerante, higiene, beleza e limpeza doméstica).

 

 


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu