Índice de Confiança da APAS é destaque no jornal Folha de S.Paulo

Apenas 4,4% dos supermercadistas ouvidos pela APAS estão otimistas com o cenário econômico atual do País. Foi o que constatou o Índice de Confiança da entidade referente ao mês de fevereiro.

“A subida dos juros, a elevação persistente da inflação e o baixo ritmo de geração de empregos já afetam o varejo”, afirmou o  gerente de Economia e Pesquisa da APAS, Rodrigo Mariano.

Confira, abaixo, o Índice de Confiança APAS na íntegra:

A Pesquisa de Confiança dos Supermercados do estado de São Paulo (PCS/APAS) aponta em fevereiro que apenas 6,5% dos empresários do setor supermercadista estão otimistas em relação ao ambiente econômico atual e futuro. Do total de entrevistados, 63,1% se mostraram pessimistas e, 30,4% se mantiveram neutros.

A inflação elevada e persistente aliado ao desempenho fraco da atividade econômica tem afetado o otimismo do setor, que apresenta desde meados de 2013 um baixo nível de confiança na economia brasileira.

Com relação ao momento atual, o otimismo do setor supermercadista atingiu 4,4%, este é um dos mais baixos níveis de otimismo de toda a série histórica da pesquisa, iniciada em julho de 2011. Já o pessimismo foi verificado em 75,8%, sendo o maior nível de pessimismo de toda a série pesquisada. Esse cenário reflete um momento atual de extrema falta de confiança na condução da politica econômica, isso decorre do fato de que o cenário de elevação de juros, inflação persistente e elevada e o baixo ritmo da geração de emprego e renda já afeta o desempenho de diversas atividades econômicas, como o varejo em geral, incluindo o setor supermercadista.

No que diz respeito à expectativa em relação ao futuro: 8,7% apontaram otimismo, enquanto 40,9% se mostraram pessimistas e 50,4% se mantiveram neutros. Por mais um mês o indicador em relação à expectativa futura supera a percepção atual (8,7% contra 4,4%), o que pode ser um indicador de esperança do empresário do setor supermercadista em relação a uma possível melhora no ambiente de negócios nos próximos meses. Vale ressaltar que mesmo diante de um baixo nível de confiança ao longo dos últimos meses, o setor supermercadista apresenta um ritmo de vendas superior a outras atividades econômicas e um desempenho acima do próprio PIB brasileiro.

NOTA METODOLÓGICA
A Pesquisa de Confiança dos Supermercados do estado de São Paulo (PCS/APAS) é apurada mensalmente pela Associação Paulista de Supermercados (APAS) desde junho de 2011. Os dados são coletados juntos aos empresários supermercadistas, representando, 85% do faturamento do setor supermercadista do estado de São Paulo, portanto, a amostra é representativa do comportamento do setor no estado de São Paulo. A pesquisa tem como objetivo identificar o nível de confiança dos supermercados com relação ao cenário macroeconômico considerando a percepção atual e a expectativa futura. Desta maneira, os dados são segmentados entre o Resultado Geral, Percepção Atual e Expectativa Futura. As análises dos resultados auxiliam os empresários do setor na tomada de decisão com relação ao reabastecimento, investimentos, compras, estoque. E de maneira geral auxilia o mercado na análise de tendências, plano de negócios, potencialidades, inserção no mercado.


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu