Leite pressiona queda da cesta básica – APAS – Associação Paulista de Supermercados

Leite pressiona queda da cesta básica

As quedas nos preços do tomate (17,83%), do leite longa vida (9,23%), do detergente (5,53%), do sabonete (3,84%) e da batata (3,47%) foram os principais responsáveis pela redução do custo da cesta básica em setembro, segundo a apuração da Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André).

De acordo com a entidade, o conjunto dos 34 itens que compõem a cesta de alimentos regional pôde ser adquirido por R$ 273,78 em setembro, contra R$ 270,84 na pesquisa mensal de agosto, o que representa um decréscimo de 1,07%, ou seja, uma economia de R$ 2,94.

Leite – “Em setembro, o preço do leite caiu 9,23%. Os preços voltaram a recuar. Isso não quer dizer que os custos de produção estejam mais baixos ou a oferta voltou a se regularizar, o fato é que o mercado não absorveu os valores pretendidos no varejo, obrigando a redução nos preços”, destaca Joel Guerra, técnico agrícola da Craisa.

O que subiu – Na contramão, o encarecimento do arroz, que subiu 4,11%, do óleo de soja (4,23%), da sardinha em lata (4,61%), carne bovina de segunda (5,11%) e da banana (16,49%) foi o principal responsável pelo aumento no valor da cesta.

No caso do arroz, a oferta retraída no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, principais produtores nacionais, elevou os preços no varejo. Segundo Guerra, em contrapartida, as redes varejistas estão consumindo todo o estoque na expectativa de desvalorizar o produto.

“Essa manobra conta com o auxílio de importações vindas do Uruguai Argentina e Paraguai”, diz.

 Fonte: Diário do Grande ABC

Compartilhe na Rede!

Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu