NOTA OFICIAL APAS – CORONAVÍRUS (COVID-19) – APAS – Associação Paulista de Supermercados

NOTA OFICIAL APAS – CORONAVÍRUS (COVID-19)


A Associação Paulista de Supermercados – APAS informa que os estoques dos supermercados paulistas continuam normais  e toda a cadeia de abastecimento (indústria e transportes) está operando com regularidade e o abastecimento está com fluxo normal.

No último fim de semana (sexta-feira, 13; sábado, 14 e domingo, 15) houve um aumento de 8,5% na frequência de alguns supermercados, em comparação com o terceiro fim de semana de fevereiro deste ano, dias 14, 15 e 16.

Os produtos mais procurados foram álcool em gel e papel higiênico. A APAS informa ainda que os supermercados estão preparados para atender à demanda e não há registro de desabastecimento nas lojas do estado de São Paulo.

A APAS esclarece que os supermercados são uma atividade essencial à sociedade e que toda a cadeia de abastecimento vem trabalhando para que os itens não faltem nas prateleiras e se mantenha um equilíbrio de preço nos pontos de vendas.

A entidade também vem acompanhando de perto a situação e instrui todos os seus associados para que sigam as recomendações do Ministério da Saúde para garantir o bem-estar de clientes, fornecedores e colaboradores em suas lojas.A Associação Paulista de Supermercados – APAS informa que os supermercados são uma atividade essencial à sociedade e estão com os estoques normalizados, sendo que toda a cadeia de abastecimento (indústria e transportes) está operando com regularidade e o abastecimento está com fluxo normal. A APAS informa ainda que observou um aumento da frequência de consumidores em alguns estabelecimentos, mas que os supermercados estão preparados para atender a demanda e não há registro de desabastecimento nas lojas do estado de São Paulo.

Entre os produtos, há uma maior procura por itens de prevenção, como álcool em gel, porém toda a cadeia de abastecimento vem trabalhando para que os itens não faltem nas prateleiras e, além disso, se mantenha um equilíbrio de preço nos pontos de vendas.

A entidade vem acompanhando de perto a situação e instrui todos os seus associados para que sigam as recomendações do Ministério da Saúde para garantir o bem-estar de clientes, fornecedores e colaboradores em suas lojas.

Compartilhe na Rede!

Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu