PMA Fresh Connections Brasil reúne indústria de hortifrútis para debater estratégias para aumentar o consumo


A PMA (Produce Marketing Association), entidade que representa a indústria de hortifrútis, reuniu, no último dia 21, o PMA Fresh Connections, 870 produtores e profissionais do varejo de frutas, verduras e legumes (FLV) e fornecedores para falar sobre as tendências para a comercialização desses produtos.

Cathy Burns, CEO do PMA, mostrou as inclinações de consumo e as possíveis estratégias para melhorar a comunicação de saudabilidade com o consumidor. “Temos uma imensa oportunidade de aumentar o consumo com os produtos à base de plantas, como o hambúrguer de legumes e vegetais, atender consumidores de orgânicos, vegetarianos, veganos ou que tenham qualquer tipo de restrição alimentar e encontra nos hortifrutis sua fonte de saúde e nutrição. No Brasil, são declarados 30 milhões de vegetarianos e 7 milhões de veganos”, explica CEO da PMA.

Na pesquisa “Estímulos e barreiras para o consumo de hortifrutis – um estudo com base em ocasiões”, divulgada no PMA Fresh Connections, mostrou que as frutas são consumidas em todas as refeições, principalmente como suco; já verduras e legumes são usados como acompanhamento de carnes no almoço e jantar. De acordo com Burns, as pessoas só não consomem mais por falta de tempo de descascar e higienizar os hortifrútis. Por isso, a indicação do CEO é ofertar ao consumidor porções em embalagens mais adequadas, fácil de consumir a qualquer hora e com apelo de saúde.


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu