Preço de alimentos preocupa o governo - APAS - Associação Paulista de Supermercados

Preço de alimentos preocupa o governo

Os maiores aumentos no mês de agosto foram o leite

e seus derivados (29,5%) e o tomate (5,15%)

O governo brasileiro acompanha o aumento de preços em alimentos. De acordo com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, o governo está atento com a inflação e tem medidas a tomar referente a esse assunto.

Em relação as pressões inflacionárias vindas dos alimentos, comunicou a redução da tarifa de importação do trigo, para baratear o preço do produto ao consumidor final. Porém deixou claro que essa é uma medida de eficácia limitada, já que boa parte do trigo importado vem da Argentina, com tarifa zero de importação. O que aumenta o produto, para os moinhos brasileiros, é o imposto de exportação cobrado pelo governo do país vizinho. Ao colocar esse produto na lista de exceção da Tarifa Externa Comum (TEC), o ministro Guido Mantega estaria criando alternativas para o país importar de outros mercados.

Segundo os dados coletados pela FGV – Fundação Getulio Vargas, a inflação está sendo pressionada, sobretudo, pelos preços dos alimentos e tarifas públicas no meio do ano. Desse grupo, os maiores destaques foram o leite e seus derivados (29,5%) e o tomate (5,15%). 


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu