Prefeito de Ourinhos fala sobre a vacinação dos trabalhadores de supermercados contra a Covid-19 – APAS – Associação Paulista de Supermercados

Prefeito de Ourinhos fala sobre a vacinação dos trabalhadores de supermercados contra a Covid-19


A cidade de Ourinhos, localizada na Regional APAS de Marília, vacinou no dia 04 de junho os caixas de supermercados acima de 18 anos. Esta ação foi deliberada pelo prefeito de Ourinhos, Sr. Lucas Pocay, que colocou os profissionais do essencial setor supermercadista como grupo prioritário para a vacinação.

Com uma população estimada em 115.813 habitantes e pertencente ao Departamento Regional de Saúde DRS 9, a cidade destaca-se na vacinação, ficando acima da média nacional. Segundo o balanço do Vacinômetro da última quarta-feira (8), 56 mil vacinas contra a covid-19 haviam sido aplicadas no município, sendo 35 mil ourinhenses já haviam sido vacinados com a primeira dose (30, 61% da população).

Para entender como ocorreu a priorização do setor supermercadista no município, a APAS conversou com o prefeito reeleito de Ourinhos, Sr. Lucas Pocay.

Sr. Prefeito Lucas Pocay, como tem sido o trabalho o trabalho da Prefeitura de Ourinhos no combate à pandemia da Covid-19?

O nosso trabalho buscou, desde o início, preservar vidas, mitigar os impactos na economia e diminuir os efeitos dessa pandemia. Inclusive, no âmbito da saúde, fomos pioneiros e quase únicos a instalar um hospital de campanha, alugando um hotel da cidade desde o início, construindo uma usina de oxigênio nele e estruturando um pronto atendimento gratuito a toda população que apresenta os sintomas para o atendimento antecipado, mantendo-o em funcionamento ininterrupto até hoje. Temos um comitê da COVID19 que nos norteia nas ações de políticas públicas e nos decretos, para disciplinar cada fase da pandemia. São pessoas representativas da sociedade e autoridades sanitárias, da administração pública e judiciário. As decisões passam sempre pelo comitê.

A vacinação dos trabalhadores de supermercados é uma estratégia de política pública para frear o risco de contaminação destes profissionais que tem contato diário com grande número de pessoas?

Os trabalhadores de supermercados são profissionais de grupo essencial que sempre estiveram no nosso plano de prioridades, assim que nossa logística de doses permitiu, inserimos esses valorosos trabalhadores. Todos merecem a vacina! Estamos atendendo todas as prerrogativas que o Plano Nacional de Imunização nos impõe, mas buscando, através de uma gestão eficiente, anteciparmos novos grupos para preservarmos ainda mais vidas.

O senhor começou cedo na vida pública e hoje, aos 36 anos, acumula a experiência de ter sido presidente de câmara municipal e prefeito reeleito de Ourinhos. O senhor acredita que a expressiva votação que obteve na última eleição é reflexo desta coragem em fazer políticas públicas justas em prol da população, como no caso da vacinação dos trabalhadores dos supermercados?

A política para mim sempre foi missão, em que somos apenas um instrumento de transformação de uma sociedade, buscando ajudar quem mais precisa e construindo um novo futuro para as próximas gerações. Ouvimos todas as pessoas, trabalhamos com transparência e nos dedicamos com muito amor e respeito, assim, convergimos ideias, projetos e as ações acontecem. A coragem vem da certeza que estamos fazendo o nosso melhor, querendo o bem comum, olhando sempre para a frente, norteando o desenvolvimento de nossa cidade e nosso povo.

Um dos objetivos da Associação Paulista de Supermercados (APAS) e de seus supermercados associados é a de propor soluções em parceria com o município de modo a criar valor compartilhado para a sociedade. Neste sentido, quais frentes de atuação existem programadas entre a Prefeitura de Ourinhos e os supermercados da cidade?

Uma gestão moderna precisa inovar e desburocratizar as ‘travas’ da administração pública, para que facilitemos os investimentos em nossa cidade e ampliemos as parcerias com todos os setores. Criamos leis que beneficiam os grandes empreendimentos, gerando mais receita e empregos na cidade, como é o caso do Muffato Max Atacadista, que é a maior rede do estado do Paraná e escolheu Ourinhos para investir. Temos feito ações também durante essa pandemia para uma mobilização maior na arrecadação de cestas básicas, com o projeto ‘Mercado Solidário’, através do Fundo Social, que vem ajudando muitas famílias. Estamos com outros projetos para os agricultores familiares e desenvolvendo um Galpão do Agronegócio que será importantíssima a participação dos supermercados da cidade. Temos muito trabalho pela frente. Quanto mais fazemos, vemos que mais podemos fazer.


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu