Saiu na SuperVarejo: Produtos de giro rápido perdem espaço no carrinho


A frequência de compras de produtos de consumo massivo (FMCG) apresentou redução de 9% no último trimestre terminado em maio, em comparação com os últimos três meses terminados em agosto de 2016, de acordo com o Consumer Thermometer da Kantar. O número representa a maior queda na série histórica, causada pela instabilidade econômica e política ainda sentida pelo país no início de 2019.

Essa redução foi observada em todas as classes sociais e regiões do Brasil. As classes AB registraram queda de 3,9% e apenas as classes DE tiveram leve crescimento de 0,7%. Já. A região Sul é a que mais sofreu redução com perda de 4,4% em volume de unidades adquiridas.

De modo geral, os produtos que mais perderam participação no carrinho do consumidor foram o chá pronto (-24%), cera para assoalho (-22%) e bebida de soja (-14,3%). No entanto, nem todos os produtos de giro rápido sofreram com essa tendência de queda. O queijo petit suisse, itens para barba e limpadores de sanitário – por exemplo – conseguiram um aumento no fluxo de compra.

Segundo a diretora de marketing da Kantar, Giovanna Fischer, algumas tendências podem ser observadas apesar do cenário de retração. “A preferência pelas categorias práticas e de indulgência que continuam conquistando novos lares no Brasil e o crescimento do atacarejo como canal de compra”, analisa.

A categoria de mercearia doce, por exemplo, ganhou 2% em volume de unidades no ano acumulado. Neste período, sorvete, leite fermentado e azeite registraram aumento na presença nos carrinhos dos brasileiros. Analisando apenas os primeiros cinco meses de 2019, suco pronto e maionese também ganharam espaço.

Enquanto isso, o atacarejo continua avançando em participação de mercado e ganhou mais 2,5 pontos de penetração entre março e maio deste ano. Os supermercados de conveniência também cresceram, com 2,1 pontos a mais no mesmo período.


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu