‘Semana do Brasil’ deve elevar vendas em 3,26% no varejo alimentar


Maio, Dia das Mães. Junho e julho, Festas Caipiras. Agosto, Dia dos Pais. Outubro, Dia das Crianças. Mas e o mês de setembro? Até então, não havia uma celebração que justificasse ao comércio realizar ofertas e promoções aos consumidores neste período. De maneira a valorizar uma data importante para o país – o Dia da Independência, comemorado em 7 de setembro de cada ano -, e ainda movimentar a economia, o Governo Federal lançou a “Semana do Brasil”, mobilizando diversos setores do comércio a realizar liquidações especiais na temporada. Algo semelhante ao movimento americano “Black Friday”, que acontece em novembro.

O setor supermercadista de São Paulo aderiu à campanha, a ser realizada entre 6 e 15 de setembro. Segundo Ronaldo dos Santos, presidente da APAS – Associação Paulista de Supermercados, o crescimento nas vendas decorrente da iniciativa para o mês deve girar próximo a 3,26%. “A APAS acredita que movimentar a economia sempre resulta em aumento do ticket médio nas lojas, e os supermercados são os primeiros a sentirem o efeito desse crescimento. Para a entidade, essa é uma oportunidade de conquistar novos clientes, fidelizar os consumidores, oferecer produtos diferenciados, descontos exclusivos e, com isso, atrair parcela do público que não costuma adquirir itens fora dos habituais nesse período”, explica Ronaldo.

A proposta da campanha é oferecer descontos reais, que possam ser de fato aproveitados pelo consumidor. Além da APAS, diversas entidades setoriais também apoiam a Semana do Brasil, sempre na linha de orientar seus associados a realizarem ações que sigam a ideia central da campanha.

As lojas e pontos de venda que aderirem à campanha utilizarão cartazes e peças de comunicação para divulgar as ofertas. A lista de estabelecimentos participantes e mais informações sobre a Semana do Brasil podem ser consultadas no site do governo federal ou no portal APAS.

 

 


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu