Semana do Meio Ambiente: conheça as iniciativas da ONU e da APAS


O Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, é a principal data das Nações Unidas para impulsionar a sensibilização e encorajar ações em todo o planeta em prol da proteção ambiental. Neste ano, com o tema da ‘poluição do ar’, a ONU Meio Ambiente lança uma plataforma inédita em português, com mapa interativo de evento e um desafio digital de comprometimento, chamando atenção para este problema evitável, mas que demanda ações urgentes e imediatas.

Nove em cada dez pessoas no mundo estão expostas a altos níveis de poluição do ar, que excedem os números considerados seguros pela Organização Mundial da Saúde. Este tipo de poluição causa uma série de problemas, impactando não apenas a saúde humana, mas também no crescimento econômico, já que custa à economia global US$5 trilhões por ano.

Principalmente nas cidades, as emissões nocivas são um fator de risco crítico para doenças crônicas não transmissíveis, provocando quase um quarto (24%) das mortes por doenças cardíacas, 25% dos óbitos por acidentes vasculares cerebrais (AVCs), 43% por doença pulmonar obstrutiva crônica e 29% por câncer de pulmão. Muitos poluentes atmosféricos também intensificam o aquecimento global.

Plataforma global para brasileiros e mapa interativo de eventos

Com o objetivo de reunir esforços coletivos em torno do tema e #CombaterAPoluiçãoDoAr no Brasil, a ONU Meio Ambiente lançou pela primeira vez um site em português. A plataforma traz uma linha do tempo com a história do Dia Mundial do Meio Ambiente, explica sobre o país anfitrião, que neste ano é a China, apresenta dados sobre a poluição do ar, oferece um teste de conhecimento e publicações sobre o assunto e reúne uma série de reportagens sobre o tema.

Além de conteúdo informativo, o site também disponibiliza guias práticos com ideias e soluções contra a poluição do ar, de modo que cada governo, cidade, escola e universidade, organização da sociedade civil, empresa e indivíduo possa se inspirar e escolher como quer agir para melhorar a qualidade do ar.

A plataforma também oferece um mapa interativo e atualizado em tempo real para registrar eventos. Nele, qualquer atividade pode ser cadastrada, desde um grande evento promovido pelo governo municipal, uma ação nas escolas envolvendo educadores e estudantes, um dia sem carro para engajar colaboradores de uma empresa até mesmo uma bicicletada de cinco amigos em prol de um ar mais limpo.

A iniciativa visa unir esforços para #CombaterAPoluiçãoDoAr conectando cidadãos e outras partes interessadas. Ao registrar uma atividade, ela ganha visibilidade global e passa a integrar a agenda de ações da ONU para o Dia Mundial do Meio Ambiente. Os organizadores também terão direito a um certificado de liderança do Dia Mundial do Meio Ambiente, emitido pelo Programa. O mapa interativo irá possibilitar que cada cidadão ou parte interessada descubra onde estão os eventos mais próximos e participe.

Desafio da Máscara

Na esfera individual, a ONU Meio Ambiente está desafiando cada cidadão a postar fotos e vídeos nas redes sociais cobrindo o rosto e a boca para pedir aos líderes e governos por um ar mais limpo. Vale utilizar lenços, máscaras de ar ou outras expressões simbólicas e criativas que remetam à poluição do ar.

O Desafio da Máscara tem duas etapas. Do dia 24 de maio ao dia 4 de junho, usuários de Instagram, Twitter e Facebook foram convidados a tirar uma foto ou postar um vídeo cobrindo a boca e o nariz, e assumir um compromisso para reduzir a poluição do ar, marcando três pessoas, organizações ou empresas a fazerem o mesmo.

Já no dia 5 de junho, as mesmas pessoas devem tirar uma foto ou fazer um vídeo registrando o compromisso assumido e postar nas suas redes. Para participar, é importante usar as hashtags #DiaMundialDoMeioAmbiente e #CombataAPoluiçãoDoAr nas publicações e lembrar de marcar a @ONUMeioAmbiente (Facebook e Twitter) ou @onu_meio_ambiente (Instagram).

 

Compromisso da APAS

A APAS incentiva ações de conscientização, cidadania, educação e prevenção em igual importância a suas iniciativas em responsabilidade social, ambiental e econômica.

Todos os projetos da área de sustentabilidade estão alinhados estrategicamente aos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU, promovendo diálogo e posicionamento junto às melhores práticas do setor supermercadista.

A cada dois anos a entidade entrega a Comunicação de Engajamento do Pacto Global (COE) e realiza ações de comunicação com os associados sobre o tema.

Além disso elabora o mapeamento de oportunidades em eficiência energética e realiza o projeto piloto com resultados na ordem de 12% de redução de consumo de energia.

A APAS também participa de comissões e grupos técnicos relacionados à eficiência energética e refrigeração, como o GT PROCEL + ABNT, como também de eventos da UNIDO pela implementação do Programa Brasileiro de Eliminação de Gases Destruidores da Camada de Ozônio, na Câmara Ambiental de Refrigeração da CETESB, do Comitê de Segurança para o Setor de Refrigeração e Ar Condicionado da ABRAVA com o objetivo de analisar os casos de acidentes e garantir a divulgação de boas práticas neste setor e do GT Ozônio do MMA, que resultou na revisão das instruções normativas sobre eliminação do R22, ampliando o prazo para adequação do setor e desburocratização do Cadastro Técnico Federal.

O tema “resíduos” está em constante evolução na entidade. Desde 2010, com a aprovação da Política Nacional de Resíduos Sólidos, a APAS tem participado de cada acordo setorial em desenvolvimento.

Com a Cetesb, foi assinado um Termo de Compromisso para Logística Reversa de Embalagens e Óleo Comestível para a implantação de Pontos de Entrega Voluntária (PEV) nos supermercados.

Na comunicação para sustentabilidade, destaque do Momento Sustentabilidade, veiculado nas Reuniões Abertas, com temas como eficiência energética, refrigeração, compras sustentáveis, resíduos, Outubro Rosa e Novembro Azul.

A entidade também participa do Comitê de mobilização contra o Aedes Aegytpi, do Comitê para o Protocolo de Bem-Estar de Aves Poedeiras, além de atuar como centralizadora das partes interessadas na sustentabilidade da cadeia têxtil.

No Programa Jovem Aprendiz, a associação capacita e insere jovens no mercado de trabalho. Nos projetos Rotisserie, Padaria e Mãos Feitas, oferece treinamentos para pessoas desempregadas.

É apoiada a Campanha do Agasalho em parceria com o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo e ainda há a participação no Simpósio de Combate ao Desperdício de Alimentos da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Na APAS Show 2019 e nos eventos regionais, a APAS arrecadou mais de 54 toneladas de alimentos e produtos de higiene e limpeza. Foram recicladas 204 toneladas de resíduos, quatro toneladas a mais em relação a 2018. Também foi viabilizada a neutralização de carbono com apoio financeiro para projetos ambientais e recebemos o selo Sou Resíduo Zero.


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu