Supermercados paulistas criaram mais de 23 mil postos de trabalho em 2021 – APAS – Associação Paulista de Supermercados

Supermercados paulistas criaram mais de 23 mil postos de trabalho em 2021


De acordo com levantamento da APAS, número representa 14% do total de vagas geradas no comércio do Estado de São Paulo no ano passado.

O essencial setor supermercadista paulista fechou 2021 com um saldo de 23.309 postos de trabalho gerados ao longo do ano. O número representa 14,6% das mais de 159 mil vagas criadas entre janeiro e dezembro do ano passado em todo o comércio do Estado de São Paulo. O levantamento é da Associação Paulista de Supermercados (APAS), com base em dados do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério do Trabalho e Previdência.

O saldo de postos gerados pelos supermercados de São Paulo se manteve positivo entre fevereiro e dezembro do ano passado, influenciado pela abertura de novas lojas, principalmente de atacarejo. O pico ocorreu em novembro, quando foram criadas mais de 6 mil posições de trabalho, reflexo das contratações de fim de ano, principalmente para os cargos de caixa e repositor. “O emprego nos supermercados em 2021 apresentou um movimento atípico.

Normalmente, o primeiro trimestre é de baixa no saldo de vagas, depois do acúmulo de contratações no final do ano. Mas, no ano passado, essa situação só foi registrada em janeiro, muito por conta da volta das restrições aos demais setores e da necessidade de o setor supermercadista continuar servindo a população no auge da pandemia”, explica Ronaldo dos Santos, presidente da APAS.

De acordo com estudo, o setor supermercadista paulista responde por 21,2% (590, 2 mil pessoas) da força
de trabalho envolvida no comércio do Estado (2,7 milhões de colaboradores).


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu