Varejo alimentar fecha 2019 com maior geração de empregos em 5 anos - APAS - Associação Paulista de Supermercados

Varejo alimentar fecha 2019 com maior geração de empregos em 5 anos


Em dezembro, o varejo alimentar paulista obteve o melhor resultado dos últimos 5 anos aponta pesquisa mensal da Associação Paulista de Supermercado (APAS). O setor supermercadista estadual fechou 2019 com 12,8 mil empregos formais criados, o número é 150% maior que 2018 quando registrou 5,1 mil. O Estado de São Paulo corresponde a 27% do faturamento do setor no Brasil (R$ 98 bi).

Entre os canais, os hipermercados, supermercados tiveram saldo positivo com um resultado acima dos últimos 2 anos. Já os minimercados registraram o melhor resultado em 10 anos. Já para os atacados e atacarejos o total foi negativo e o maior desde 2012.

Dados do CAGED / APAS apontam que o comércio varejista brasileiro fechou 2019 com 57,7 mil vagas criadas – número superior a criação dos últimos quatro anos somados. No ranking por estados, o São Paulo liderou a criação de empregos com as 6,6 mil criadas seguido por Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

Em 2019, a Grande São Paulo liderou o quadro de criação com 4823 empregos, seguido de Campinas com 2427 e Sorocaba com 1200 vagas, esta última beneficiada com a criação de novas lojas de grande porte. A APAS analisou também o valor médio dos salários em todo estado e a Grande SP ficou em primeiro lugar com R$1610, seguido da Baixada Santista e Ribeirão Preto. Entre as cidades, a capital gerou 3499 postos, seguida das cidades de Sorocaba com 665 e Campinas com 652. Atualmente o setor varejista alimentar emprega 548,1 mil pessoas em todo estado.


Tags:


Notícias relacionadas


Últimas Notícias



menu
menu